"E minha alma, sem luz nem tenda,
passa errante, na noite má,
à procura de quem me entenda e de quem me consolará..." C.M

sábado, 21 de novembro de 2009

Queria entender por que você é tão inconstante! Também queria entender por que quando te vejo, me falta o ar, as borboletas dançam no meu estômago e me sufoco com tanta agonia.
Juro que não queria mais te ver, estar com você. Este desejo incontrolável de te ter, também queria entender! Não queria me apaixonar, não queria ter te sentido...não te quero mais em meu coração.
Talvez seja tarde demais para o querer e o não querer. Você já está em mim, já faz parte do que sinto, do ar que respiro, já está nos rostos que vejo...
Sinto muito ter que te amar...
...está doendo, não quero mais!

Um comentário:

  1. ASUHASHAU
    Acho que só se chega a constância através da inconstância (:

    ResponderExcluir